quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Menino de cabelos compridos

É um fato: nossa sociedade não aceita e pior, não respeita, o diferente.
Sempre achei lindo menino com cabelo grande e ainda acho.
Outro dia estávamos fazendo compras, eu, meu marido
e meus filhos.
Sentei para amamentar a Sundari e o Suraj sentou-se do meu lado, enquanto Dhayaram brincava perto do banco.
Uma senhora também se sentou e disse: _Que lindas são as suas filhas!
E eu respondi: _São dois meninos... de menina é só ela. (Sundari usa brincos, então nem tem como duvidar)
Ela, espantada, disse ao Suraj: _Você é um menino? Sabe com quem você parece com seu cabelo grande assim?
Ele, muito sem graça, respondeu:_Com menina...
E eu, entrei na conversa e disse ao Suraj:_Mas você é lindo de qualquer jeito!
Ele riu e foi brincar com o irmão.
A senhora ficou super sem graça e disse que ele era lindo m
esmo.
Eu, muito grossa, disse:_EU sei disso.
A senhora levantou-se e saiu de perto.

Sim, fui grossa, mas ver meu filho ficar sem graça por um comentário malicioso é muito pior.
Só alguém tão limitado pode olhar para eles e dizer que são meninas...

Certa vez ouvi uma pérola, quando esclareci o fato de eles seres Eles e não elas.
A mulher disse: _Ah, mas é que eles são tão lindos que pare
cem meninas!

Então menino não pode ser bonito?


2 comentários:

Green Womyn disse...

Ary, entendo sua revolta. Somos leoas e não gostamos que gente metida a besta, cheia de preconceitos, venha mexer com nossa cria.

Outro dia postei no blog um desabafo sobre essa questão: parece que o feminismo "se voltou contra nós" e tudo o que não é feminino, de mulher, atualmente parece ser "menos", o que é um grande erro.

Beijos, querida!

PS: Por que vc não posta esse texto lá no Casa da Fada Azul?

Ariany (Dhanna) disse...

Dani, é uma questão muito complicada mesmo, porque envolve padrões. As pessoas gostam de rótulos, como se fosse o "certo" todos serem iguais, um padrão militar, eu diria.

Infelizmente já vi criança fazendo esse tipo de coisa. As crianças repetem o que os pais fazem. Acho que vivo num mundo paralelo e, quando me deparou com a realidade, fico indignada, achando "anormal" esse comportamento...

obs: acabei de postar na casa *rs